segunda-feira, 28 de maio de 2012

TIPOS DE RELEVO TERRESTRE

Tipos de Relevo Terrestre

1. PLANALTOS: Superfícies mais ou menos planas, delimitada por escarpas (processo de erosão maior que o processo de sedimentação).

2. PLANÍCIES: Superfícies mais ou menos planas (processo de sedimentação maior que o processo de erosão).

3. MONTANHAS: Elevações naturais do terreno, resultado de diversos fatores.

4. DEPRESSÕES: São áreas abaixo do nível de altitude das regiões que estão próximas. Podem ser absolutas (abaixo do nível do mar); relativas (abaixo do nível das terras que lhes são próximas); periféricas (quando se formam em zona de contato entre terrenos sedimentares e estruturas cristalinas); marginais (quando margeiam as bacias sedimentares).

Outros tipos de relevo:

* Chapadas: forma de relevo mais elevadas que as áreas adjacentes.
A maior chapada brasileira é a Chapada Diamantina:

* Cuestas: relevo assimétrico inclinado, apresentando um declive suave de um lado e um corte abrupto do outro.

*Mares de morros: relevo em formato de meia laranja, resultado do processo de erosão pluvial em terrenos cristalinos.

Relevo Cárstico: grutas e cavernas. 




RELEVO BRASILEIRO

1) Classificação Aroldo de Azevedo (1940)



2) Classificação Aziz Ab'Sáber (1950)




3) Classificação Jurandyr Ross (1975)
Classificação atual realizada pelo Projeto Radam Brasil para levantamento de dados e mapeamento do relevo brasileiro.

11 planaltos / 11 depressões / 6 planícies



BRASIL: 
41% das terras brasileiras encontram-se em baixas altitudes (0-200 m) pois áreas tropicais, por serem úmidas, estão intensamente sujeitas a erosão.
58,5% das terras brasileiras encontram-se em médias altitudes (200m a 1200m) sendo 37% destas abaixo de 500m.
0,5% do território somente encontram-se acima de 1200m. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário